segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Meu pai!


Hoje estou triste, sabe, a vida nos ensina que apesar de tudo, de todos os sofrimentos que alguém possa ter causado a nós, quando nos dispomos a perdoar o amor sobressai de tal maneira que as magoas ficam de lado e o que sobra e o amor.
Já compartilhei aqui momentos que vivi com meu pai que me fizeram sofrer, mas  o amor que tenho em meu coração (amor de JESUS) É per doador e acolhedor,é não permiti que eu continue a sofrer pelo que passou, mas me faz sentir vontade de dar mais amor a quem um dia me negou.
Meu pai está doente, eu poderia muito bem virar as costas pra ele, e dizer: dane-se ele já me fez tanto mau, porque me preocupar? Mas não consigo ser assim, existe algo bem maior que me faz ter misericórdia, amor, e vontade de ajudar.
Hoje recebi uma ligação dele, querendo conversa comigo, há tempos não o via, marquei um lugar e fui encontra-lo, meu marido me levou.
O que vi quando chequei foi um homem magro acabado,doente,largado, meu coração esmoreceu na hora,  como posso ajuda-lo? MEU DEUS! Me de uma resposta, ele me contou que esta com enfisema pulmonar, amanhã o levarei ao médico, mas confesso que isso é pouco mas é o que posso fazer no momento.
A vida toda meu pai bebeu, fumou, já foi internado pra tratamento de alcoolismo, mas de nada adiantou, aquele homem que um dia foi JORNALISTA, de uma cultura espetacular, hoje não passa de um ser frágil sozinho e doente.
Sei que agente colhe o que planta, mas espero que DEUS me de condições de colher algumas flores no jardim do meu pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário